Obesidade: Porque é tão difícil fazer a reeducação alimentar?

Quero propor uma nova forma de pensar a respeito da obesidade e do excesso de peso neste post. A obesidade pode ser ou não sua realidade, mas ela nada mais é do que uma disfunção alimentar elevada e enzima potência na minha concepção. Existem dois extremos nas pontas de uma corda e o peso corporal não é diferente, de um lado temos pessoas anorexias sofrendo com sua aparência e com todos os reflexos que essa condição impõe a suas vidas, e do outro temos os obesos mórbidos que também sofrem com sua condição. O que me preocupa é o crescimento da obesidade no Brasil, que já esta em níveis alarmantes.

A ciência pouco sabe sobre as causas efetivas do aumento de peso nas pessoas, mas já tem muitas pistas para sua prevenção. Neste texto quero argumentar sobre alguns fatos relacionados a obesidade infantil e a obesidade na fase adulta, com base em uma pesquisa recém publicada, fundamento algo que já havia percebido há em minha profissão, a culpa pela obesidade em crianças e adolescentes é totalmente dos pais, refletindo poderosamente em nossos hábitos alimentares quando já adultos, nos forçando a fazer uma reeducação alimentar para emagrecer. Vamos compreender como possivelmente algumas pessoas criam uma grande resistência quando precisam comer um brocoles, cenoura e saladas por exemplo; de onde vem essa falta de motivação (rs). 

[h2]O que é obesidade?[/h2]Obesidade é o quadro apresentado quando uma pessoa possui excessiva quantidade de gordura corporal total. Os médicos consideram uma pessoa com quadro de obesidade quando apresenta peso 20% superior ao peso ideal. Atualmente utilizam o método de IMC como forma de criar uma medida aproximada para calcular o índice de massa corporal e enquadrar cada caso em sua respectiva categoria, pessoalmente não confio muito nesta medida, nem os médicos para ser sincera, pois considera apenas o peso final da pessoa, desconsiderando densidade óssea, órgãos e volume muscular.

Sobrepeso: é configurado quando o IMC está entre 25 e 29,9.
Obesa: é verificada quando o IMC é igual ou superior a 30.
Obesidade Mórbida: é constatada quando o peso da pessoa está entre 50% e 100% acima do peso ideal, possui mais de 45 Kg do peso correto ou IMC superior a 40. Neste estágio a qualidade de vida torna-se muito precária, refletindo intensamente na saúde do indivíduo.

[h3]Obesidade em crianças e adolescentes[/h3]

reeducação alimentarUma pesquisa me fez refletir e ter certeza sobre muitos aspectos relacionados a obesidade infantil e adulta. Nosssa dificuldade em mudar hábitos alimentares tem fundamento lá nos tempos em que nem dentes tínhamos, por isso precisamos realizar uma reeducação alimentar literalmente, vamos conferir.

Um estudo norte americano afirma que é possível consolidar a tendência para obesidade antes de completarmos dois anos de idade.

Publicado na renomada revista Clinical Pediatrics, a pesquisa realizada com mais de 100 crianças e adolescentes, revelou que mais de 50% dos pesquisados já apresentavam sobrepeso antes dos dois anos de idade. A descoberta mais surpreendente é que 90% já apresentavam evidências nítidas de obesidade antes dos cinco anos de idade. Antes dos cinco meses 33% deles já estavam acima do peso.

Os pesquisadores alegam que boa parte dos motivos para esse ganho de peso nos adolescentes e crianças, é devido à má alimentação, a introdução precoce de alimentos para bebes e a falta de atividades físicas. Porém os motivos precisos ainda são desconhecidos.

[h3]Péssimos hábitos alimentares e a obesidade[/h3]

Os pesquisadores também alegam, que os hábitos alimentares que as crianças carregam durante suas vidas, podem ser adquiridas antes dos dois anos, tornando muito difícil a readaptação para alimentos mais saudáveis.

Segundo os coordenadores da pesquisa, da Estern Virginia Medical School, os resultados levantados impactam diretamente nas providencias que os médicos, principalmente pediatras, devem tomar em relação a saúde das crianças e adolescentes.

Atualmente os médicos esperam que haja complicações médicas na saúde das crianças, para ai sim iniciar um tratamento, quando a pesquisa revela a necessidade do contrário. O tratamento é a própria prevenção a obesidade.

No entanto, a principal dificuldade para a realização e tal prevenção está na reeducação alimentar dos pais das crianças, que influenciam diretamente em seus hábitos alimentares, tornando essa tarefa muito penosa. O levantamento propõe que haja uma real discussão sobre o ganho de peso desproporcional na infância para que a atual tendência de obesidade na população tenha significativa redução.

obesidade e reeducação alimentar

Essa pesquisa me provou três coisas:

1 – Meu namorado tinha razão, marombeiro que é sempre me dizia uma frase: “Já reparou que crianças e adolescentes com sobrepeso geralmente tem país com sobrepeso ou obesos? ”
2 – Para emagrecer uma pessoa é necessário emagrecer a família toda.
3 – Sim, foi culpa da minha mãe (veja como as decisões dela influenciaram em meus péssimos hábitos alimentares e como emagreci 30 quilos fazendo uma reeducação alimentar e tomando shakes)

Com isso, concluo que toda a dificuldade que temos em fazer uma reeducação alimentar está baseada em nosso condicionamento mental desde a infância influenciada diretamente por nossos pais, em como nossa mente foi treinada para se alimentar, o que ela entende como algo gostoso e prazeroso, ou seja, é uma mente viciada. É como dizem os psicólogos de pessoas com vícios, o primeiro passo é assumir o vício ehehe.

Entendendo isso já demos o passo fundamental em nossa reabilitação rumo a um corpo bonito e muito mais qualidade de vida, compreender que o primeiro obstáculo somos nós mesmos, ou seja, tudo o que somos hoje em relação a alimentação é nosso inimigo, devemos combate-lo e abrir espaço para criar um novo EU.

Não deixe de conferir meu GUIA DEFINITIVO PARA PERDA DE PESO, lá dou todas as informações e ferramentas para você vencer sua mente e conquistar o corpo que deseja.

Deixe seu comentário e compartilhe conosco suas experiências.

Lido 3325 times
Daiane

Olá, meninas e meninos. Atuo na área de beleza, saúde e bem estar há mais de 10 anos. Estou muito feliz por desenvolver esse projeto a respeito de emagrecimento para compartilhar minhas experiências, as de amigos e clientes com vocês. Por um período de minha vida tive muitos problemas com o excesso de peso, por este motivo adquiri muito conhecimento e sei o caminho do sucesso. Compilei esse conhecimento neste site para que você também atinja seus objetivos como eu atingi, porém com muito mais facilidade e agilidade. Beijinhos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Comentários   

0 # Chagas Freitas
Gostei muito das dicas deste artigo, gostei da criatividade utilizada nos seus textos quando oferta canal ao leito obter descontos.
Parabens.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Daiane
Obrigada Chagas. Eu sempre gastei muito dinheiro para conseguir emagrecer e sempre que encontrava um desconto era uma alegria. Então resolvi facilitar essa tarefa para quem também precisa como eu precisava para economizar algum dinheiro ehehe. Afinal, quem não gosta de uma promoção ehehe
Responder | Responder com citação | Citar