Conheça os Benefícios e para que serve o Chá de Carqueja

Muitas ervas medicinais são conhecidas há muito tempo por conterem diversas propriedades terapêuticas, auxiliando no combate a diversas doenças diferentes. Uma dessas ervas é a carqueja. A Baccharis trimera, ou como é conhecida popularmente, a Carqueja, é uma erva que nasce em terrenos baldios e pastos, e muitas vezes é considerada uma erva daninha (planta que nasce espontaneamente em local e momento indesejados, podendo interferir negativamente na agricultura).

Assim como outras ervas, a carqueja possui diversas propriedades que auxiliam no tratamento e combate de diversas doenças:

Combate à diabetes: A diabetes é uma doença causada pela elevação da glicose no sangue. A carqueja reduz a absorção de carboidratos consumidos, o que pode ser benéfico para pacientes diabéticos já que com isso o paciente volta a produzir a quantidade de insulina apropriada, com a produção de insulina regulada o acúmulo de glicose no sangue não ocorre.

Auxilia a digestão: Os extratos da carqueja são capazes de reduzir a secreção gástrica (secreções produzidas pelo estômago para ocorrer a digestão dos alimentos) e tem efeito analgésico, o que auxilia no processo digestivo, previne úlceras e protege o estômago.

Protege o fígado: A carqueja possui flavonoides, que tem ação hepatoprotetora (além de proteger o fígado, neutralizam os radicais livres, diminuem a inflamação hepática e impedem a penetração de substâncias tóxicas no hepatócito), ou seja, protege o fígado, e ainda conta com ação antioxidante.

Auxilia no emagrecimento: Muitas pessoas consomem a carqueja como um aliado ao emagrecimento. Isso acontece, pois alguns estudos mostram que a carqueja é capaz de aumentar termogênese, que é o gasto energético do corpo, contribuindo para a perda de peso. Além disso, a planta tem atividade diurética devido à ação dos flavonoides (antioxidantes naturais que previnem câncer e doenças do coração), essa ação diurética faz com que a sensação de inchaço reduza, principalmente na região do abdômen.

Previne o envelhecimento precoce: A carqueja é rica em flavonoides, que são antioxidantes naturais. O efeito antioxidante da carqueja previne o envelhecimento precoce da pele e o surgimento de sinais como, rugas, sinais de expressão e pele flácida. Além disso, essa ação protege o coração, combate doenças cardíacas e o câncer.

Outros benefícios da carqueja:

Desintoxica o fígado;

Combate inflamações;

Combate a gastrite (inflamação aguda ou crônica da mucosa do estômago);

Reduz o colesterol ruim (LDL);

Evita a má circulação;

Combate o reumatismo (dor nas articulações);

Elimina vermes intestinais;

Tem ação antitérmica (elimina calor corporal e febre);

Purifica o sangue;

Auxilia no tratamento de problemas nas vias urinárias;

Combate a anemia e aneroxia (perda de apetite);

Combate inflamações das vias urinárias;

Combate a má circulação;

Combate a prisão de ventre;

Auxilia no tratamento do intestino solto;

Combate e trata a gengivite (inflamação na gengiva);

Combate e trata a bronquite asmática;

Tem ação antibiótica;

Combate a amigdalite, faringite, asma e bronquite asmática;

Tem ação antipirética (reduz a temperatura corporal), antiespasmódica (previne os espasmos no estômago, intestino, útero ou bexiga), hepatoprotetora, anti-helmíntica (elimina os vermes do organismo), anti-reumática (combate a inflamação crônica do sistema imunológico)e diurética (aumentam o volume e o grau do fluxo urinário, por isso deve ser evitado por pacientes com problemas renais graves).

Modo de preparo:

Coloque em uma panela 500 ml de água com 2 colheres de sopa de folhas da carqueja. Ligue o fogo e deixe ferver por 5 minutos, deixe tampado e logo após o chá amornar, basta coar e você já pode consumir. O ideal é que seja consumido no mesmo dia do preparo e que seja evitado o uso de adoçantes e açúcares.

Para casos de problemas digestivos o ideal é consumir 1 xícara do chá antes das principais refeições, nos casos de congestão hepática pode ser consumida até 4 xícaras por dia e no tratamento de cálculos biliares tome meia xícara várias vezes ao dia, por três semanas.

Se você estiver consumindo o chá para o controle da diabetes o correto é colocar 1 colher de sopa de folhas picadas em 1 l de água fervente, com o fogo desligado. Deixe esfriar, coe e tome uma xícara de chá seis vezes ao dia. É importante que haja o controle rigoroso dos níveis glicêmicos (nível de açúcar no sangue) durante o consumo desse chá, já que ocorrem baixas significativas durante o seu consumo, podendo correr o risco de provocar a hipoglicemia, que é quando o nível de glicose do sangue está abaixo do considerado normal. Já no caso de reduzir o colesterol a proporção é de 20g para 1l de água. A dose indicada é de uma xícara de chá quatro vezes ao dia.

Como qualquer outro chá, o chá de carqueja deve ser consumido regularmente para que possa apresentar os efeitos das suas propriedades.

As contraindicações da carqueja são para gestantes e mulheres amamentando. Pessoas que sofrem com pressão baixa ou hipoglicemia também não devem consumir chá desta erva. Não deve ser utilizada em grandes doses, pois pode prejudicar a saúde. O ideal é que o seu médico seja consultado caso haja algum problema.

O uso do chá de carqueja é muito comum entre pessoas que desejam emagrecer, porém é importante ressaltar que o uso dessa erva é apenas uma complementação desse processo. Para que haja a perda de peso é indispensável uma reeducação alimentar (incluir frutas, verduras, legumes, vegetais, sementes e excluir refrigerantes, doces, frituras, conservantes e corantes) e incluir exercícios físicos regulares. Não é necessário que você passe a frequentar academias para alcançar o peso ideal, existem diversos exercícios que podem ser feitos ao ar livre, como caminhadas, corridas e bicicleta e diversos treinos que podem ser feitos no conforto do seu lar. O chá atua como um redutor do apetite, se consumido sem adição de açúcares e antes das principais refeições. É importante lembrar que ele age apenas como um impulsionador ao emagrecimento, mas não pode ser a única solução quando o assunto é a perda de peso.

Na nossa região podemos encontrar também a carqueja-doce, ou carquejinha, (Baccharis articulata). Outra planta de mesmo nome, a Carqueja-ibérica (Pterospartum tridentatum) é diurética e também usada como condimento culinário.

A carqueja pode ser encontrada com facilidade em loja de produtos naturais, supermercados e farmácias, o ideal é o consumo da erva fresca, que mantém as propriedades ativas da erva. Caso tenha interesse, a carqueja pode ser cultivada em casa em vasos e jardineiras, onde ela assume a forma de pequenas moitas arredondadas. O cultivo dessa erva em casa além de simples, pode ser muito benéfico para você, pois irá garantir que a erva esteja sempre fresca e sem adição de nenhum produto químico. Evite os chás industrializados, eles têm a concentração de nutrientes menores que a erva natural e fresca.

Na América do Sul também encontramos a carqueja-doce, ela pode ser encontrada no Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. Ela é considerada anti-hipertensiva (tratamento da pressão arterial), o que pode auxiliar no combate da pressão alta (caso possua pressão baixa evite o consumo desta erva).

O consumo regular de chás é tradicional em diversos locais do mundo, é estimado que são consumidas 1,6 mil xícaras de chá por cada habitante na Turquia e no Brasil o consumo é de quase 3 mil toneladas de chá por ano. O consumo de chás cresce mais a cada dia devido à procura por uma vida mais saudável da população. Mesmo possuindo algumas contraindicações, os chás ainda são a melhor opção de consumo de bebidas saudáveis, principalmente quando não há a adição de açúcares, porém é necessário que o consumo não seja feito em excesso para evitar os efeitos colaterais. Na hora de consumir chá durante as refeições prefira que isso ocorra 30 minutos antes, pois se consumido durante a refeição o chá pode dificultar a absorção dos nutrientes pelo organismo.

Muitas pessoas acreditam que consumir bebidas quentes, como os chás, pode auxiliar no emagrecimento, porém não existe nenhuma comprovação científica para isso. O ideal é que o consumo seja feito com a bebida morna e no mesmo dia em que foi feito, evite deixar o chá mais de 24 horas preparado antes do consumo, pois isso pode interferir nas propriedades terapêuticas da erva.

O chá de carqueja possui propriedades que ajudam a proteger o coração, porém para que esse benefício seja garantido é necessário o consumo, no máximo, 2 horas após a infusão, após esse período o chá pode perder as propriedades benéficas para esse órgão. Não ultrapasse a quantidade recomendada diária, pois o consumo em excesso do chá de carqueja pode provocar uma queda drástica da pressão arterial, podendo causar até mesmo desmaios.

A carqueja traz diversos benefícios para o organismo, porém o chá desta erva não consegue operar milagres. O consumo desse chá deve ser feito sempre associado a bons hábitos alimentares e exercícios físicos regulares, pois dessa forma o corpo mantém as defesas necessárias e absorve melhor todos os nutrientes oferecidos por essa planta.

Ler 2551 vezes
Daiane

Olá, meninas e meninos. Atuo na área de beleza, saúde e bem estar há mais de 10 anos. Estou muito feliz por desenvolver esse projeto a respeito de emagrecimento para compartilhar minhas experiências, as de amigos e clientes com vocês. Por um período de minha vida tive muitos problemas com o excesso de peso, por este motivo adquiri muito conhecimento e sei o caminho do sucesso. Compilei esse conhecimento neste site para que você também atinja seus objetivos como eu atingi, porém com muito mais facilidade e agilidade. Beijinhos.

Entre para postar comentários